TU

d08686abcd8b6d9c7e70263e7e286cd7

Passo os dedos sobre tua pele, que arrepia.
Tua boca mescla-se à minha e aperto sua língua entre os meus dentes.
Salivas misturam-se e nossas bocas são rios e tumulto.
Tenho os olhos fechados: negam-se a encarar o infinito de teu olho.
E deixo meu corpo ser o que quiser, desde que colado ao teu.
Sinto sua pele quente e um leve suor une o toque quente de nossas mãos.
Minha boca afasta-se da tua e minha língua desliza por seu pescoço.
Afasto-me um pouco e deparo-me com pequenas gotas de suor deslizando por teu colo: sorvo estas gotículas salgadas entre seus seios e, impaciente, logo é teu mamilo minha refeição.

MARCOS SILVA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s