UM DIA

 

corrente

Acordo. (Por obrigação…)
Escovo os dentes. (Por obrigação…)
Faço o café. (Por obrigação…)
Tomo o café. (Por obrigação…)
Como nutrientes ou venenos. (Por obrigação…)
Levo os filhos à escola. (Por obrigação…)
Sorrio, quando instigado. (Por obrigação…)
Digo bom dia, boa tarde, boa noite. (Por obrigação…)
Vou ao banco, à feira, aos vizinhos, me tranco em casa, vejo filmes, discuto com minha esposa ou digo que a amo. (Por obrigação…)
Almoço. (Por obrigação…)
Feijão, arroz, carne, salada. (Por obrigação…)
Vou ao trabalho. (Por obrigação…)
Trabalho. Ou disfarço bem… (Por obrigação…)
Trabalho mais. (Por obrigação…)
Gosto de trabalhar ou preciso pagar contas. (Por obrigação…)
Começo a detestar meu trabalho, quando o dia finda. (Por obrigação…)
Volto para casa. (Por obrigação…)
Beijo lábios. (Por obrigação…)
Ou não beijo.
Janto. (Por obrigação…)
Escovo os dentes. (Por obrigação…)
Jogo videogame, vejo tv, me importo, abraço. (Por obrigação…)
Tomo cerveja, sozinho ou com amigos. (Por obrigação…)
Depois me deito. (Por obrigação…)
Ela me abraça, me acaricia. (Por obrigação…)
Faço sexo. (Vez ou outra amor…)
(Por obrigação.)
Ou não faço, apenas durmo… (Por obrigação…)
Olho o teto antes de esquecer o mundo.
Espero o sono como quem espera a morte, o cansaço, o prazer: espero…
A noite é tumulto e esperança.

Depois acordo…

MARCOS SILVA

Anúncios

6 comentários em “UM DIA”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s