MULHER

convite.jpg

Tu, que és gênero e grau, mas que nunca pode ser definida por números;
Que é a razão do sentimento e o sentir puro e cruel, sem frestas nem arestas;
Tu, que caminha como ondas e dança tufões, que fala brisas, que transforma o mundo com preces;
Que é a maternidade, a guerra, o repouso, o carrasco e o anjo, a moça, a Maria e o divino;
Que inventou a donzela, depois o dragão, depois o cavaleiro…
Por fim, matou a todos e inventou novos desastres e novos milagres, novas partes da incompletude e infinito que és…

Tu…

Tudo, mulher, és tu…

MARCOS SILVA

Anúncios

9 comentários em “MULHER”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s