TÍTULO

silêncio

Qual seria o título da postagem de hoje?
Qual seria o tema do poema, do conto, da história não contada?
Das histórias copiadas, repetidas, inventadas, mentidas?
Sobre o que falariam as palavras, as letras, os sons, os silêncios?

Sei que, vendo a vida em volta, sinto apenas que não pertenço:
Não pertenço ao mundo, à mim, à história.
Sou a vontade do esquecimento, sou a ausência da vontade.
Incapaz, sempre, de qualquer coisa que seja, qualquer vitória.

Os cães, lá fora, não conhecem os poemas, as palavras.
Os pássaros, em seu canto, em seus cantos, desconhecem a música.
Inventamos tudo para que, até as coisas e os animais, se pareçam conosco.
Não somos deuses e nos arvoramos a ser.

Torno a pensar no título do poema que não existe
e que, aqui, estará publicado…
Como escrever (sem letras, sem sons…)
as coisas, as vontades, os sentidos de cada um?

Com silêncios?

MARCOS SILVA

Anúncios

5 comentários em “TÍTULO”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s